Ruby ou Tawny: Qual a Diferença Entre Estes Famosos Vinhos do Porto?

de Wine em Casa em February 18, 2022

Os vinhos do Porto, produzidos na região Demarcada do Douro, em Portugal, são mundialmente reconhecidos e prestigiados entre os vinhos fortificados (aqueles que recebem uma adição de aguardente vínica no momento da elaboração), mas se engana quem pensa que “vinhos do Porto são todos iguais”. Aqui vamos abordar dois famosos estilos destes vinhos: Ruby e Tawny.

Após receberem a fortificação, os vinhos são encaminhados para tonéis onde irão descansar, de acordo com o tempo que passam nesses tonéis, os vinhos recebem uma classificação diferente. Portanto, como você pode imaginar, existem diversas classificações diferentes para os vinhos do Porto, isso sem comentar sobre os rosés e brancos que não são tão populares e são menos produzidos também. Mas apesar da vasta classificação, os mais comumente encontrados nas adegas são Ruby e Tawny.

Os vinhos do Porto Ruby, como o próprio nome já sugere, possui uma coloração de um rubi, uma tonalidade avermelhada. É um vinho considerado jovem, dentre os vinhos do Porto, envelhece por cerca de 2 a 3 anos em pipas de carvalho para depois ser engarrafado, e como não passa muito tempo em contato com madeira, preserva seus sabores originais no paladar. Estes vinhos são frutados, com toques que remetem a frutos silvestres, além de uma notável intensidade em boca. Outra característica destes vinhos é que são produtos de colheitas de diferentes anos, ou seja, não são safrados. O ideal é que sejam consumidos ainda jovens, para evitar que o vinho perca suas propriedades. Os vinhos Ruby podem ser servidos como aperitivos, assim como os demais vinhos do Porto, ou em harmonia com queijos azuis ou queijos moles, e sobremesas à base de chocolate amargo ou meio amargo.

O vinho do Porto Tawny envelhece por um período de 2 a 3 anos nas pipas de carvalho e depois é enviado para barricas de carvalho francês para continuar seu envelhecimento, isso faz com que o vinho envelheça mais, inclusive passando por oxidação durante este período, o que lhe garante uma coloração mais clara em tons terrosos, além de sabores mais complexos, que trazem notas de frutos secos como figos e nozes. Tawny é um vinho menos intenso e mais adocicado que Ruby, e pode ainda envelhecer por muitos anos na garrafa, já que já é oxidado, adquirindo ainda mais elegância. Esta bebida pode ser harmonizada com queijos maturados e sobremesas à base de castanhas.