Quais São os Alimentos Mais Difíceis de Harmonizar Com Vinhos?

de Wine em Casa em June 06, 2022

Para quem ama vinhos, o momento de fazer harmonização com alimentos é sempre um desafio, a busca por combinar corretamente os ingredientes do prato com as principais características do vinho (como acidez, taninos, força, entre outras) é uma verdadeira arte. Mas existem alguns alimentos que naturalmente são mais difíceis de harmonizar, também devido às suas características. Nestes casos, a atenção deve ser redobrada para evitar uma experiência gastronômica desagradável.

Peixes Defumados: os peixes defumados são alguns dos alimentos mais difíceis de harmonizar com vinhos. Neste caso o sabor da fumaça encobre o sabor da maioria dos vinhos, alguns vinhos brancos podem harmonizar bem, mas a escolha é criteriosa. O ideal é apostar em vinhos brancos de regiões quentes, que sejam bem amadeirados e glicerinados, como um Chardonnay, por exemplo.

Ovos: outro alimento de harmonização quase impossível são os ovos. Alguns vinhos podem harmonizar com ovos, mas se você busca por uma harmonização perfeita, tenha em mente que este não será o caso. Vinhos genéricos Borgonha ou Beaujolais podem harmonizar com ovos, assim como Sauvignon Blanc quase neutro e de regiões bem frias, como a Nova Zelândia.

Vinagretes e Picles: a maior dificuldade em harmonizar com estes alimentos é porque quase nunca estão sozinhos, sempre acompanhados de outro acompanhamento. Para harmonizar com estes alimentos o ideal é um vinho branco leve sem passagem por madeira e com grande concentração de acidez, como um Prosecco. Outra dica é evitar vinhos caros para estes alimentos.

Aspargos: o aspargo tem uma textura fibrosa e sabor amendoado que se sobressai a quase todos os vinhos, tornando difícil a harmonização. Para tornar esta harmonização mais fácil, a dica é incrementá-lo a um prato cremoso. Para harmonizar, evite os vinhos tintos ou brancos fortes, aposte em vinhos ácidos e leves, como os Vinhos Verdes ou Jerez Menzanilla.

Sorvetes: é possível criar uma harmonização agradável com sorvetes e vinhos, mas é necessário estar atento, pois o gelado do sorvete amortece as papilas gustativas, neutralizando o sabor de muitos vinhos. Para acompanhar sorvetes, aposte em um vinho fortificado, como os Vinhos do Porto ou Moscatel de Setubal. Sirva o vinho em temperatura ambiente, para que o efeito quente do álcool contraste com o gelado do sorvete.

Alcachofra: é um dos vegetais mais difíceis de harmonizar, pois deixa os vinhos adocicados ou com sabor de metal. Neste caso, siga as mesmas dicas para os aspargos e aposte em vinhos brancos leves e ácidos.

Legumes Frescos: estes alimentos são resinosos, possuem suco verde e excessiva acidez, portanto acabam se tornando difíceis de harmonizar. O ideal aqui é uma bebida que não possua muito álcool, como um vinho frisante.