Por que ter uma taça para cada estilo de vinho?

de Wine em Casa em April 07, 2022

Existem diversos tipos de taças, que devem ser usadas para os diferentes tipos de vinhos existentes. Muitas pessoas ainda teimam em acreditar que isso seja bobagem, apenas uma frescura, mas convenhamos, não existiriam tantos modelos de taças diferentes se elas não tivessem uma função específica, certo? E mais, com tanta diferença entre os estilos de vinhos, também se pode imaginar que cada um tenha sua própria forma de ser consumido, para que suas características sejam profundamente apreciadas.

As taças são formuladas pensando nas características específicas de cada vinho, para que possam permitir melhor apreciação de seus aromas, além de que também ajudam a direcionar o vinho para regiões específicas da língua. E qual a importância disso? Bem, cada sabor (doce, amargo, azedo, salgado) é sentido em um local diferente da língua, portanto, imagine, por exemplo, que você beberá um vinho mais ácido, caso utilize uma taça que não seja adequada para este vinho, a mesma pode direcioná-lo para uma região da boca onde a bebida entre em contato com papilas gustativas que não permitirão o apreço devido da bebida.

Em geral, para os vinhos tintos, são indicadas taças que possuam bojo grande para permitir a evolução dos aromas e a borda mais fechada, para que estes aromas fiquem concentrados na taça. Taças que fazem esse papel são a Bordeaux e a Borgonha.

Para os vinhos brancos o ideal é optar por taças que ajudem a manter a bebida a baixas temperaturas. Isso é possível em taças com bojo menor e haste mais longa, pois com a diminuição do bojo existe menos espaço para troca de calor entre a bebida e o ambiente, e a haste alongada evita o contato das mãos quentes com o bojo onde está o vinho. A Taça de Vinho Branco é a de padrão ideal.

No caso dos espumantes, a taça ideal é a Flûte, pois seu formato alongado com bojo fino permite manter o perlage elegante da bebida. Além disso, esse estilo de taça projeta o vinho para a parte final da língua, onde a bebida ajuda a limpar o paladar. Muitas pessoas gostam de usar as taças Vintage para espumantes, mas a escolha não é ideal, pois seu bojo baixo e largo impede a conservação do perlage do espumante.

As taças ideais para vinhos de sobremesa e vinhos fortificados possuem tamanho reduzido, pois estes são consumidos em menor quantidade, a taça também deve possuir um formato mais estreito na borda para possibilitar a concentração de aromas e seu design deve proporcionar que a bebida seja direcionada à ponta da língua, onde são percebidos os sabores doces.

Por fim, existe a taça ISO que serve como um coringa e é, inclusive, muito utilizada em degustações técnicas por possuir formato ideal para apreciar qualquer estilo de vinho.