Entenda a Importância da Acidez no Vinho

de Wine em Casa em January 18, 2022

Muito se fala sobre a acidez dos vinhos, mas você sabe o que isso realmente significa? A acidez reúne opiniões distintas, alguns acreditam que ela seja uma espécie de vilã nos vinhos, outros optam justamente pelos vinhos com maior índice de acidez, mas uma coisa não se pode negar: essa característica não existe somente para agradar certos paladares, ela tem uma grande importância para os vinhos.

Bom, a acidez nos vinhos pode ser obtida de duas formas: pela própria uva ou pelo processo de fermentação dos vinhos. Quando proveniente da uva, ela vem de alguns ácidos da própria fruta, dentre eles, os principais são: ácido tartárico, málico e cítrico. No processo fermentativo se pode obter os ácidos lático e succínico.

A acidez, além de ajudar a dar estrutura e personalidade aos vinhos, também é essencial no momento de perceber o aroma e sabor da bebida, e ainda contribuem em sua conservação e envelhecimento. É claro que a acidez pode acabar atrapalhando quando em excesso ou pela falta dela, portanto, o ideal é que um vinho de qualidade saiba equilibrar sua acidez com seu teor alcoólico.

Na hora da harmonização, perceber a acidez para combiná-la com o prato também é essencial, pois determina o tipo certo de vinho para se consumir com cada refeição. O vinho branco com boa acidez, por exemplo, é uma ótima opção para abrir o apetite, portanto é uma boa alternativa de bebida para ser consumida antes da refeição, pois ajuda a preparar o paladar para o alimento.

Já os tintos com teor de acidez são ideais para acompanhar pratos gordurosos, pois ajudam a equilibrar o sabor e limpar o paladar. São, também, indicados para pratos carregados em acidez, pois ajuda a realçar os sabores, e para pratos salgados ou apimentados, pois ajudam a equilibrar tais características.

Enquanto isso, os vinhos verdes que possuem teor de acidez mais elevado que os demais vinhos, harmonizam perfeitamente com frutos do mar e saladas. O ideal, nessas circunstâncias, é servir o vinho a baixas temperaturas.

Para perceber a acidez na boca é só notar, por exemplo, a salivação, pois bebidas mais ácidas tendem a induzir maior salivação.